); ga('send', 'pageview');

Orquestra Sinfónica do Principado das Astúrias no CCB e no CCC

Orquestra Sinfónica do Principado das Astúrias

António Rosado, um dos maiores pianistas portugueses da atualidade, será o protagonista da Orquestra Sinfónica do Principado das Astúrias

Neste final de semana, dias 26 e 27, a Orquestra Sinfónica do Principado das Astúrias apresenta, com direção musical de Nuno Côrte-Real e piano de António Rosado, composições que vão de Manuel de Falla a Ígor Stravinsky. No sábado (26), a apresentação acontece no Centro Cultural e Congressos – CCC, em Caldas da Rainha, e no domingo (27), no Grande Auditório do Centro Cultural Belém – CCB, em Lisboa.

A Orquestra Sinfónica do Principado das Astúrias é composta por sessenta e nove professores oriundos da União Europeia, Rússia, Estados Unidos e América Latina. A Orquestra participou na recuperação de obras da herança musical espanhola como Los amantes de Teruel e Covadonga, de Tomás Bretón, a zarzuela barroca Imposible mayor en amor, le vence amor, de Sebastián Durón, e realizou estreias modernas de obras do sinfonismo espanhol do século XIX de autores como Pedro Miguel Marqués, entre outros.

A Península Ibérica possui uma riqueza cultural única, resultado do cruzamento de identidades das regiões que lhe deram origem e dos países que a constituem.

 “António Rosado, um dos maiores pianistas portugueses da atualidade, será o protagonista deste concerto, que reúne Elegia de Nuno Côrte-Real, o icónico bailado de Manuel de Falla Sombrero de Tres Picos e a virtuosa Rapsódia Portuguesa para piano e orquestra de Ernesto Halffter, compositor que estudou com Falla e se estabeleceu em Portugal durante a Guerra Civil Espanhola.

Com outras origens geográficas mas também de inspiração popular ou nacionalista, o marcante bailado burlesco Pétrouchka de Stravinsky, estreado pelos Ballets Russes de Diaghilev, com Nijinsky no papel principal, ocupa a segunda parte do programa.” – SUSANA DUARTE

 

Programa:

M. Falla (1876-1946): Suite n.º 1 do bailado em dois atos El sombrero de Tres Picos

N. Côrte-Real (1971): Elegia, para piano e orquestra

E. Halffter (1905-1989): Rapsódia Portuguesa – in memoriam M. Ravel, para piano e orquestra

I. Stravinsky (1882-1971): Pétrouchka – bailado em quatro quadros (versão 1947)

Orquestra Sinfónica do Principado das Astúrias

26 de outubro – 21:30

Centro Cultural e Congressos – Caldas da Rainha

27 de outubro – 17:00

Centro Cultural Belém – Lisboa