); ga('send', 'pageview');

Drawing Room Lisboa reúne artistas e galerias de vários países

desenho-lisboa-alejandro-pasquale

Drawing Room Lisboa, reúne 70 artistas e 25 galerias de arte, na Sociedade Nacional de Belas Artes, até domingo

Até domingo (13), a Sociedade Nacional de Belas Artes recebe desenhos de vários países do mundo – Japão, Brasil, Polónia, Colômbia, Suécia, Espanha, Tunísia – representados por artistas e galerias instaladas na Feira de Arte Contemporânea Especializada em Desenho, Drawing Room Lisboa

A Feira ainda conta com dois projectos site-specific, que designa um método artístico em que se concebe ou dedica uma obra de arte ao seu local de exposição, pelo que se assume uma característica não-transportável da mesma, dos artistas Vicky Kylander e Albert Pinya e um abrangente Espaço Editorial.

drawing-room-lisboa-2019-argentina-argentino-hernan-colagem
HERNÁN PAGANINI – The Internal Landcapes, 2019. Collage on paper for Retrato del Mundo Project. 50×70 cm. Courtesy: Quimera Galería

O destaque desta segunda edição fica para o contexto artístico argentino – Foco Argentina – sendo o novo espaço da Feira situado no primeiro piso do edifício, comissariado por Deborah Reda, curadora independente, que explica “procurou-se sintetizar o desenho contemporâneo argentino através de cinco exemplos, de cinco artistas com um solo project. Destacando a importância da linha no universo do desenho, identificar, como um fio se pode converter num desenho, como as colagens de Hernán Paganini, representado pela Quimera Galería, ou como o desenho pode ser o contorno das composições cromáticas das paisagens oníricas de Paula Otegui representada pela Pabellón 4. Como se pode desenhar a partir de um plano, de cor, como são exemplo as colagens de Julia Masvernat representada pela galeria Gachi Prieto, ou a gravação em relevo de Matias Ercole de Miranda Bosh Gallery. E como, ao contrário, a linha vai construindo um plano, e as obras coloridas do mestre Eduardo Stupia, podem parecer monocromáticas aos olhos do espectador”.

Dentro ainda do contexto artístico latino-americano, para além da representação Argentina, o Brasil está representado pelo artista Zé de Rocha, por meio da Galeria RV Cultura e Arte, com desenhos a carvão e grafite que exploram situações de perigo e violência, e pelo artista Eduardo Matos, por meio da Galeria Pedro Oliveira – que conta com o trabalho de mais cinco artistas portugueses, Julião Sarmento, Paulo Brighenti, Cecilia Costa, Pedro Cabrita Reis, Fernando Marques de Oliveira e um artista angolano, Pedro Proença.

feira-de-desenho-lisboa-drawing-room-argentina-argentino-2019
CARLOS ALARCÓN – Paradoja #9, 2019. Grafito sobre papel, 20×35 cms. Courtesy: Adrián Ibáñez Galería

 

A Colômbia pela Galeria Adrián Ibáñez com os artistas Gloria Herazo, Luis Guzmán e Carlos Alarcón, que procura estabelecer analogias e metáforas na sua busca composicional e conceptual.

 

Primeira vez na Drawing Room Lisboa

Pela primeira vez estarão presentes, em Lisboa, a Galeria Bruno Murias, com obras de quatro artistas portugueses Bruno Cidra, Isabel Simões, Jorge Queiroz, Rui Calçada Bastos e de um artista argentino Nicolás Robbio; A Galeria Filomena Soares, composta por três artistas portugueses Helena Almeida, António Sena e Pedro Barateiro; a Galeria Valbom, com uma proposta monográfica dedicada ao artista português Júlio Pomar; e a Galeria Uma Lulik, com obras de dois artistas portugueses Paulo Lisboa, AnaMary Bilbao e um artista tunisino Nidhal Chameck.




feira-desenho-lisboa-drawing-room-2019-fernando-pessoa-julio-pomar
JÚLIO POMAR – Triplo Fernando Pessoa II, 2004. Marcador s/ papel vegetal marouflé, 75×75 cm. Courtesy: Galeria Valbom

Do Porto, para além da Galeria Pedro Oliveira, que apresenta um projecto com os principais nomes da sua galeria, duas novas Galerias, a KUBIKGALLERY e a SALA 117. Ponta Delgada marca uma vez mais presença com a Fonseca Macedo.

Integram a lista de galerias internacionais, a Siboney (Santander, Espanha), Silvestre (Madrid, Espanha), GALLERY KITAI (Tóquio, Japão), Adrián Ibáñez (Colômbia), KULUNGWANA (Maputo, Moçambique) e RV Cultura e Arte (Salvador, Brasil), para além das cinco Galerias Argentinas.

drawing-room-lisboa-desenho-japan-lisbon-japão-kitai
SOGEN CHIBA – Albireo, 2019. Sumi-ink on paper, 44,1×33,9 cm. Courtesy: Gallery Kitai

Regresso à Drawing Room Lisboa e prêmios

Regressam os participantes da primeira edição da Feira, realizada ano passado, as galerias Miguel Nabinho, Monumental, Carlos Carvalho, Arte Periférica, Módulo e Galeria 111, com obras de artistas como Cristina Lamas, Lourdes de Castro, Ana Jotta, Luisa Cunha, João Távora, Bárbara Assis Pacheco, entre outros nomes.

drawing-lisboa-2019-2018-vencedor-ganhador-premio-premiacao
IRENE GONZÁLEZ – Sin título, 2019. Conté sobre papel, 130×160 cm. Courtesy: Galería Silvestre

 

 

 

Assim como na edição de 2018, segundo a organização, a Drawing Room Lisboa pretende destacar o trabalho criativo dos artistas e a contribuição das instituições que apoiam o desenho contemporâneo com vários prémios, como o Prémio Novo Talento Desenho – Drawing Room Lisboa & Viarco, que inclui uma residência artística na fábrica, em São João da Madeira, atribuído em 2018 à artista espanhola Irene González.

Programa Paralelo Drawing Room Lisboa 2019

O Programa Europa – Convidados Institucionais, pela Fundação EDP, que traz a Lisboa Directores de Museus e de Colecções Europeias, está também confirmado para esta nova edição da Feira de Arte Contemporânea. O programa paralelo da Feira conta com uma série de iniciativas, entre as quais se destacam conversas em torno do coleccionismo do desenho contemporâneo, do desenho contemporâneo argentino, exposição e um programa de visitas ao acervo de desenho de instituições nacionais.

Há ainda uma exposição de desenhos da Coleção de Desenho Contemporânea da Fundação PLMJ (de A.M. Pereira, Sáragga Leal, Oliveira Martins, Júdice e Associados — Sociedade de Advogados), com curadoria de João Silvério, e um programa de visitas ao acervo de desenho de instituições nacionais.

Confira todo o Programa Paralelo AQUI.




 

Informações

Drawing Room Lisboa 10 a 13 de Outubro de 2019

drawingroom.pt

HORÁRIOS

Quinta-feira, 10 de outubro 14h00 – 21h00

Sexta feira, 11 de Outubro 14h00 – 21h00

Sábado, 12 de Outubro 14h00 – 21h00

Domingo, 13 de Outubro 12h00 – 18h00

BILHETES Geral: 5€ Menores de 18 anos, maiores de 65 anos e membros da Sociedade Nacional de Belas Artes: 3€

Sociedade Nacional de Belas Artes

Rua Barata Salgueiro, 36, 1250-044 Lisboa