); ga('send', 'pageview');

Casa da Achada celebra 10 anos com arte, contos e mais

dez-anos-casa-da-achada-lisboa

Para assinalar os 10 anos, a Casa da Achada comemora com uma nova exposição de pintura, contos, leituras e convívio em torno da personalidade multifacetada Mário Dionísio.

É verdade. Foi há 10 anos que a Casa da Achada – Centro Mário Dionísio abriu ao público, em Lisboa, em 29 de Setembro de 2009. Desde essa data, tem feito conversas, edições, exposições, oficinas, discussões sobre filmes, livros, quadros, sobre a cidade e a vida, a paleta e o mundo, mantém uma Biblioteca e Mediateca Públicas com um largo horário de abertura e tem tratado e disponibilizado o arquivo de Mário Dionísio e Maria Letícia, composto por milhares de documentos. Ainda antes de a Casa abrir nascia o Coro da Achada, uns anos depois o Grupo de Teatro Comunitário da Casa da Achada, que ensaiam semanalmente e têm feito inúmeras apresentações.

Para assinalar os 10 anos, porque não estamos sozinhos e isto anda tudo ligado, convidámos vários amigos de outras associações e terras para virem discutir o fazer das artes, a política e a vida, as palavras, os arquivos, as associações. Inaugura uma nova exposição de pintura de Mário Dionísio, lançamos uma edição que reúne todos os seus contos, haverá leituras e convívio, o Coro da Achada apresenta um espectáculo sobre os porquês de cantar.




 

 

De quinta-feira 26 de Setembro a segunda-feira 30 de Setembro 

 

Programa Casa da Achada:

 

QUINTA-FEIRA, 26 de Setembro

18h

  • Pinto

Inauguração de uma exposição de pintura de Mário Dionísio, a partir do seu poema «Pinto», de Memória dum pintor desconhecido

  • Mais verde, mais azul, mais vermelho, mais branco

Leitura a várias vozes de uma colagem de textos de Mário Dionísio, orientada por Luis Miguel Cintra 

 

21h

  • Ser fotógrafo e não ter máquina, ter máquinas e não ser fotógrafo

Inauguração de uma exposição de máquinas fotográficas de Vítor Ribeiro (Maçariku), fundador da Casa da Achada- Centro Mário Dionísio, organizada por Paolo Barbaro e Claudia Cavatorta (que fizeram a sua catalogação), e de algumas fotografias de Giuseppe Morandi.

  • Fotografar sim, mas o quê?

Conversa com Giuseppe Morandi, Paolo Barbaro, Claudia Cavatorta e vários fotógrafos portugueses.

 

SEXTA-FEIRA, 27 de Setembro

18h

  • Arquivo Mário Dionísio – Usá-lo como e para quê

Apresentação do arquivo Mário Dionísio por quem tem nele trabalhado, nomeadamente das novas listagens com remissões que permitirão melhor explorar e entender este arquivo e que estarão disponibilizadas na internet a partir deste dia. Com Natércia Coimbra, Eduarda Dionísio, António Pedro Pita e outros.

 

21h

  • Contos completos

Lançamento de uma edição que reúne os três livros de contos de Mário Dionísio: O dia cinzento e outros contos, Monólogo a duas vozes e A morte é para os outros, estes dois últimos há bastante tempo esgotados, com introdução de Paula Morão.

  • Assobiando à vontade em várias línguas

Leitura do conto «Assobiando à vontade» a várias vozes e em várias línguas.

 

SÁBADO, 28 de Setembro

11h

  • Oficinas à volta de palavras

Duas oficinas em simultâneo, em torno de palavras diferentes. Uma com Luiz Rosas e outra com Saguenail Abramovici. As oficinas têm depois continuidade no domingo, com outros fazeres e orientadores.

 

15h

  • Isto anda tudo ligado

Série de intervenções sobre política, vida, cultura, associações por Gianfranco Azzali (Micio), Gianni Tamino, Peter Kammerer e Luiz Rosas, seguidas de microfone aberto.

  • A Casa da Achada faz 10 anos

Convívio com come e bebes, actuação de Jagjit Rai Mehta, projecção de Giuseppe Morandi da Piadena de Pierluigi Bonfatti Sabbioni, Massimiliano Osini e Matteo Scaglioni, leitura de um conto de Giuseppe Morandi em português, outras leituras e canções.

 

DOMINGO, 29 de Setembro

11h

  • Oficinas à volta de palavras

Oficinas de desenho com José Smith Vargas, escrita com Regina Guimarães e música com Pedro e Diana, no seguimento das oficinas de sábado.

 

15h

  • Associar o quê a quê?

Conversa com a Lega di Cultura di Piadena, outras associações e pessoas que se juntam para fazer coisas sobre os porquês de se juntarem e as dificuldades com que se debatem.

 

21h

  • Cantar é empurrar o tempo ao encontro das cidades futuras

Espectáculo do Coro da Achada.

cora-da-achada-casa-da-achada-música-coral-dez-anos-10
Coro da Achada

 

SEGUNDA-FEIRA, 30 de Setembro

18h

  • Filmar sim, mas como e para quê?

Conversa com Giuseppe Morandi, Regina Guimarães, Saguenail Abramovici e outros cineastas portugueses.

 

21h30

  • Cinema ao ar livre

Projecção dos filmes Cavallo Ciao de Giuseppe Morandi, La nebbia prima che si alzi de Angelo Rossetti e Michele Paladin e Conheces esta terra? de Peter Kammerer e Hans Goetze Oxenius, com apresentação e debate.

 

EXPOSIÇÕES

  • PINTO

De 26 Setembro de 2019 a 20 de Abril de 2020

Partimos do longo poema «Pinto» do livro Memória dum pintor desconhecido (1965) de Mário Dionísio para ver melhor alguns dos seus quadros.

Inauguração: quinta-feira, 26 de Setembro, às 18h

 

Horário da exposição:

Segunda-Feira, Quinta-Feira, Sexta-Feira – das 15h às 20h 

Sábado e Domingo – das 11h às 18h

 

  • SER FOTÓGRAFO E NÃO TER MÁQUINA, TER MÁQUINAS E NÃO SER FOTÓGRAFO

De 26 Setembro de 2019 a segunda-feira 30 de Setembro de 2019

Exposição de algumas das máquinas fotográficas antigas de Vítor Ribeiro (Maçariku), fundador da Casa da Achada – Centro Mário Dionísio, catalogadas por Paolo Barbaro e Claudia Cavatorta.

Inauguração: quinta-feira, 26 de Setembro, às 21h

 

Horário da exposição:

Segunda-Feira, Quinta-Feira, Sexta-Feira – das 15h às 20h 

Sábado e Domingo – das 11h às 18h

 

EDIÇÕES 

 

  • CONTOS COMPLETOS de MÁRIO DIONÍSIO

Lançamento de uma edição que reúne os três livros de contos de Mário Dionísio: O dia cinzento e outros contos, Monólogo a duas vozes e A morte é para os outros, estes dois últimos há bastante tempo esgotados, com introdução de Paula Morão.

Sexta-feira, 27 de Setembro, às 21h

 

LEITURAS 

 

MAIS VERDE, MAIS AZUL, MAIS VERMELHO, MAIS BRANCO

Leitura a várias vozes de uma colagem de textos de Mário Dionísio, orientada por Luis Miguel Cintra.

Quinta-feira, 26 de Setembro, às 18h

 

ASSOBIANDO À VONTADE EM VÁRIAS LÍNGUAS

Leitura do conto «Assobiando à vontade» a várias vozes e em várias línguas.

Sexta-feira, 27 de Setembro, às 21h

 

CONVERSAS

 

FOTOGRAFAR SIM, MAS O QUÊ?

Conversa com Giuseppe Morandi, Paolo Barbaro, Claudia Cavatorta e outros.

Quinta-feira, 26 de Setembro, às 21h

 

ARQUIVO MÁRIO DIONÍSIO – USÁ-LO COMO E PARA QUÊ

Apresentação do arquivo Mário Dionísio por quem tem nele trabalhado, nomeadamente das novas listagens com remissões que permitirão melhor explorar e entender este arquivo e que estarão disponibilizadas na internet a partir deste dia. Com Natércia Coimbra, Eduarda Dionísio, António Pedro Pita e outros.

Sexta-feira, 27 de Setembro, às 18h

 

ISTO ANDA TUDO LIGADO

Série de intervenções sobre política, vida, cultura, associações por Gianfranco Azzali (Micio), Gianni Tamino, Peter Kammerer e Luiz Rosas, seguidas de microfone aberto.

Sábado, 28 de Setembro, às 15h

 

ASSOCIAR O QUÊ A QUÊ?

Conversa com a Lega di Cultura di Piadena, outras associações e pessoas que se juntam para fazer coisas sobre os porquês de se juntarem e as dificuldades com que se debatem.

Domingo, 29 de Setembro, às 15h

 

FILMAR SIM, MAS COMO E PARA QUÊ?

Conversa com Giuseppe Morandi, Regina Guimarães, Saguenail Abramovici e outros.

Segunda-feira, 30 de Setembro, às 18h





MÚSICA

 

CANTAR É EMPURRAR O TEMPO AO ENCONTRO DAS CIDADES FUTURAS

Espectáculo do Coro da Achada.

Domingo, 29 de Setembro, às 21h

 

CICLO DE CINEMA: «ESPAÇOS QUE NÃO TÊM LUGAR»

 

Cavallo ciao (1967)
de Giuseppe Morandi

La nebbia prima che si alzi (2013)
de Angelo Rossetti e Michele Paladin

Conheces esta terra? (1977)
de Peter Kammerer e Hans Goetze Oxenius

Segunda-feira, 30 de Setembro, 21h30

 

OFICINAS

 

À VOLTA DE PALAVRAS

No sábado, duas oficinas em simultâneo, em torno de palavras diferentes, uma orientada por Luiz Rosas e outra por Saguenail Abramovici. No domingo, as oficinas continuam, partindo da discussão das palavras para a escrita, com Regina Guimarães, para o desenho, com José Smith Vargas, e para a música, com Pedro e Diana. 

Sábado e domingo, 28 e 29 de Setembro, às 11h

 

 

ACTIVIDADES DA BIBLIOTECA PÚBLICA

 

ENCONTRO DE LEITORES ACHADOS

Quem gosta de ler, falar sobre livros, trocar ideias ou sente que precisa muito de reatar a sua vida com a leitura pode vir experimentar este encontro de Leitores Achados, incentivado pela Biblioteca Pública da Casa da Achada. Nesta ocasião lemos um conto de José Gomes Ferreira.

Domingo, 22 de Setembro, às 16h00

 

casa-da-achada-cinema-10-dez-anos-arte-351