); ga('send', 'pageview');

O 36º Festival de Almada estréia nesta quinta (4) de julho

arte351-festival-de-almada02

Programação do 36º Festival de Almada traz de Bob Wilson e Isabelle Huppert ao teatro de rua do Xarxa Teatre

36-festival-de-almada-teatro-música
FAHRENHEIT ARA PACIS – XARXA TEATRE (Valência, Espanha) | SAISON SÈCHE Estação Seca – COMPAGNIE NON NOVA (Nantes, França) | TERROR E MISÉRIA – AR DE FILMES TEATRO DO BAIRRO (Lisboa, Portugal)

Inicia-se na próxima quinta-feira, dia 4 de Julho em 14 espaços (11 em Almada, 3 em Lisboa e 1 em Cascais) o 36º Festival de Almada. A edição deste ano apresenta 38 espectáculos de teatro, dança e música, além de homenagear Carlos Avilez, fundador do Teatro Experimental de Cascais e da Escola Profissional de Teatro de Cascais, ex-director do Teatro Nacional D. Maria II.

No primeiro dia (4), com entrada gratuita, pelas 20h30, o Palco da Esplanada da Escola D. António da Costa recebe o conjunto Opaz, que animará o primeiro jantar no Restaurante da Esplanada com ritmos balcânicos. Às 21h, também na Escola D. António da Costa, serão inauguradas duas exposições de homenagem a Carlos Avilez: Gabinete de memórias e curiosidades com vista para o palco – Vida e obra de Carlos Avilez; e O gabinete optimista – Para Carlos Avilez. 

O Palco Grande, às 22h, recebe A boda, de Bertolt Brecht, com encenação de Ricardo Aibéo, pela companhia Sul Associação Cultural e Artística.

O segundo dia (5) é marcado por três espectáculos em estreias portuguesas: O sonho, de August Strindberg, com encenação de Carlos Avilez, às 21h, no Teatro Mirita Casimiro, em Cascais; As três sozinhas, uma criação de Anabela Almeida, Cláudia Gaiolas e Sílvia Filipe, na Sala Estúdio do Teatro Nacional D. Maria II, às 21h30; e também às 21h30, na Sala Experimental do TMJB, o espectáculo que a Companhia de Teatro de Almada estreia este ano no Festival: Se isto é um homem, de Primo Levi, com encenação de Rogério de Carvalho e interpretação de Cláudio da Silva. (Este espectáculo está integrado num ciclo que o Festival de Almada dedica às comemorações do centenário do nascimento de Primo Levi, que inclui um documentário no Instituto Italiano de Cultura, no dia 9 e um Encontro da Cerca, no dia 13.)

É também no dia 5 que são inaugurados os Colóquios na Esplanada, em parceria com a Associação Portuguesa de Críticos de Teatro: às 18h, na Esplanada da Escola D. António da Costa, a crítica Sttat Miller estará à conversa com Ricardo Aibéo, o encenador do espectáculo da noite anterior: A boda, de Bertolt Brecht.

Neste dia ainda pode ver, às 19h30, na Incrível Almadense, Provisional Figures, com conceito, dramaturgia e encenação de Marco Martins a partir da ideia original de Renzo Barsotti; jantar no Restaurante da Esplanada, com música dos Deejay Booster, às 20h; e para terminar a noite, na Praça S. João Batista, em Almada, às 22h, o espectáculo de rua com entrada livre, La Partida, com textos de Eduardo Galeano e com coreografia e encenação de Vero Cendoya.

Contemporâneo o 36.ª edição do Festival propõe diferentes olhares sobre temas atuais como a desestruturação social, a desigualdade, a emigração, o exílio, as questões de género, a indiferença, o medo e a ascensão dos regimes políticos autoritários. Uma verdadeira festa da arte a celebrar a vida com seus prós e contras vistos através do olhar dos artistas.

Almada será o palco principal do Festival com espetáculos e outros acontecimentos no Teatro Municipal Joaquim Benite, na Escola D. António da Costa, na Casa da Cerca, no Fórum Romeu Correia, na Incrível Almadense, no Teatro-Estúdio António Assunção, no Seminário de São Paulo Almada e na Praça São João Baptista.

Em Lisboa e Cascais, os espetáculos ocorrerão no Teatro Nacional D.Maria II, CCB/Grande Auditório e no Teatro Municipal Mirita Casimiro.

A programação traz espetáculos para todos os gostos, segue a programação:

programacao-festival-almada
Programação 36º Festival de Almada – Fonte: ctalmada.pt

 

Em conjunto com a programação de teatro, há um extenso programa incrível de música, conversas com os artistas, curso de formação com Hajo Schüler sobre a actuação com máscara e muito mais:

Desdobravel em harmonio_36 º FA

 

Outras Informações do 36º Festival de Almada:

O preço das Assinaturas para todos os espectáculos do Festival é este ano de 75 euros para o público em geral e de 60 euros para os membros do Clube de Amigos do Teatro Municipal Joaquim Benite.

 

Locais de Venda:
– Teatro Municipal Joaquim Benite
– Fórum Romeu Correia
– Livraria Escriba
– Escola ACT
– Lojas FNAC