); ga('send', 'pageview');

As incríveis esculturas do artista francês Matthieu Robert Ortis

O arame é um material muito comum utilizado por artistas e escultores em todo o mundo. Na França, o escultor Matthieu Robert Ortis, de 28 anos, o utiliza para criar esculturas que, dependendo da perspectiva em que se olha, uma imagem diferente é revelada. O video abaixo mostra a escultura feita por ele intitulada de homem-caranguejo. Seria o  homem representado nesta escultura um ascendente do signo astrológico de câncer?

Essa técnica utilizada por Matthieu Robert Ortis não é nova. A anamorfose vem desde o período renascentista e tem como base a codificação em sua elaboração. A imagem oculta da obra de arte desenvolvida, em que a técnica da anamorfose foi empregada, só é desbloqueada por meio de outros objetos, como um espelho, por exemplo, ou de movimentação angular do observador frente à obra. As esculturas de Matthieu Robert Ortis seguem esse conceito, e ainda acrescentam a metamorfose abstrata no meio do caminho entre uma imagem definida a outra quando o recurso da movimentação é adotado.

O artista inspira sutilmente os observadores a questionarem suas percepções e a refletirem sobre as diversas possibilidades vistas em diferentes ângulos. A obra criada e intitulada de Epigénétique carrega uma escultura que, vista de frente, revela o próprio artista em pose de meditação, mas ao movimentar-se para o lado direito, uma fita de DNA é revelada, fazendo também alusão à subida do poder ígneo (algo a se ter muito cuidado) e cores que representam cada centro energético vital.

Para conferir mais seu trabalho acesse:

https://cargocollective.com/matthieu-robert-ortis