); ga('send', 'pageview');

Crítica: MARGIN CALL – O DIA ANTES DO FIM

O mundo da alta Finança no grande ecrã. Os despedimentos por motivos económicos são referidos no filme e, a volatilidade dos lugares, em que se realizam negócios de risco, faz-nos pensar, A tentação do dinheiro fácil, isto é, não obtido à custa do trabalho, mas através de um mero jogo de sorte, sem consistência, em meios empresariais, é o motivo para ver-mos o filme. Destacam-se as interpretações dos actores KEVIN SPACEY, DEMI MOORE (aqui, num pequeno papel, pouco habitual, para esta actriz) e JEREMY IRONS (numa interpretação bastante fidedigna). Se não se interessa por assuntos ligados à Economia e afins não recomendo o espectador a vê-lo.

———- / ———-

Filme: MARGIN  CALL – O DIA ANTES DO FIM
Realizador: J. C. CHANDOR
Argumento: J. C. CHANDOR
Actores: Kevin Spacey / Paul Bettany / Jeremy Irons / Zachary Quinto / Penn Badgley / Mary McDonnell / Demi Moore / Stanley Tucci.

Classificação(0 a 10): 05  estrela_pontestrela_pontestrela_pontestrela_pontestrela_pont

 

avatar_kamy_martinsColuna – Kamy Martins

Kamy Martins, portuguesa, Lobito, Benguela, Angola, 1968. Graduada em Matemática com formação em Fotografia e Cinema na Univesidade de Coimbra (PT), Mestre em Lingua Inglesa pela universidade de Cambridge (UK), jornalista e Crítica de Cinema, escreveu para o Jornal “IMPROP” da Associação dos Estudantes da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, entre outros. Publicou em 2016 o livro de fotografia intitulado “Cascais Pela Lente de Kamy” onde apresenta um pouco do seu trabalho como fotógrafa e artista.

Deixe uma resposta